domingo, 1 de maio de 2011

Janelas(II)













um outro dia
outros detalhes
um outro vento
outros olhares

cada janela tem sua história
cada paisagem
a cada tempo
uma memória

eu na soleira

(Celso Mendes)

6 comentários:

Jota Brasil disse...

Na tela da janela passa uma vida...passa o mundo...
Bacanaço, mas tenho a impressão de já ter lido...

Sandrio cândido. disse...

Descobrir estas memorias faz tão bem a este coração
beijos

Parole disse...

Eu passo sempre por essa janela... aliás, ela é pura poesia.

Beijos

Prosas e Versos - AndreaCristina Lopes disse...

Nossos olhos também são janelas. Por eles começamos novamente. Lindo, amigo Celso. Beijos!

Milene R. F. S. disse...

Cada janela e cada pessoa tem sua história e seu papel nas diversas histórias a sua volta... protagonistas, coadjuvantes ou espectadores, não importa... A vida sempre nos abre janelas interligando-nos. Belo Celso, beijos!

Menina no Sotão disse...

Nem me fale eu sou uma eterna apaixonada por janelas. rs Eu vivo sempre na soleira.

bacio